Foram apresentadas as novidades da Apple na WWDC 2017. Apesar de a conferência durar uma semana o que dá mais impacto são sempre as apresentações dos novos produtos.

Resumidamente o que a Apple apresentou acabou por não ter o “fator surpresa” na maioria das novidades, pois algumas coisas já eram esperadas.

Apesar da WWDC ser uma feira direcionada para os programadores, este ano foi apresentado hardware e não só software como estamos habituados.

Porque uma imagem vale mais do que mil palavras, vamos resumir toda apresentação com os vídeos da apresentação dos produtos e algumas imagens.

 

HomePod – A Siri ganhou um “corpo”

A Siri ganhou um corpo, depois de viver durante anos nos dispositivos mobile, finalmente tem uma casa só para si.

O HomePod vem fazer frente aos outros assistentes pessoais existentes no mercado, este é um nicho em crescimento onde os clientes não se vão satisfazer com pouco. A Apple entrou a ganhar aqui com este novo produto.

iMac Pro – A evolução do iMac

Segundo a Apple o melhor iMac de sempre e o próprio preço revela a potencialidade deste novo “Mac Pro”. É apenas mais um iMac? Não, nem nada que se pareça.

Novo iPad Pro – um pequeno crescimento no gigante

Um pequena evolução na versão profissional do iPad Pro. A Apple voltou a aumentar o tamanho do ecrã, mas miraculosamente conseguiu manter as mesmas dimensões do dispositivo.

Agora ganhamos o iPad Pro de 10.5″, o qual foi um reaproveitamento da anterior versão de 9.7 polegadas. Resumindo isto em valores significa um ecrã 20% maior. Este reaproveitamento do ecrã agora permite se tenha um teclado completo no visor.

O rebordo do ecrã esta aproximadamente 40% mais pequeno, e a memória base do dispositivo começa nos 64GB e vai até aos 256GB.

iOS 11 – Mais uma evolução

iOS 11

Esta apresentação era garantida, o novo, aliás o futuro sistema operativo da Apple para iOS não foi propriamente uma revolução mas sim uma evolução.

Com novas funcionalidades este novo iOS cresceu ligeiramente na maturidade, temos agora as mensagens sincronizadas entre dispositivos do ecossistema da Apple com base no iCloud.

Recorrendo ao Apple Pay os utilizadores vão poder enviar pelo iMessage dinheiro virtual para um amigo ou familiar.

Um sistema semelhante ao que a Google possui, pode esta nova modalidade ser uma guerra aos Bitcoins?

A Apple sempre pensou na segurança dos seus utilizadores e agora também para o sistema operativo. Neste caso o iPhone irá conseguir detetar se o utilizador está a conduzir. Caso isso se verifique o sistema operativo irá surgir com alguma limitações.

O que deve ser possível desativar, pois da mesma forma que podemos ser o condutor também podemos ser um passageiro.

A Siri foi aprimorada, para além de uma melhor interação com apps de terceiros a assistente pode agora fazer traduções.

A maior “bomba” foi o Centro de Controlo completamente redesenhado, o Centro de Notificações e até o ecrã de bloqueio.

Algumas das novas funcionalidades que vão acompanhar o Mapas só vão estar disponíveis nos estados Unidos.

O iOS 11 veio trazer a maior evolução que aconteceu à App Store, a qual foi completamente redesenhada e que irá mostrar os interesses do próprio utilizador. Sem esquecer que o próximo iOS veio acabar com o suporte às apps em 32 bits.

High Sierra – o novo macOS

Um browser mais rápido, que é sempre aquilo que todos nós queremos. Esta velocidade veio aliada a um aspeto mais moderno e a segurança.

Iremos ter o Apple File System o qual também é uma das novidades no iOS e que dará uma maior organização aos sistema operativo. Entre muitas outras novidades o Mail e a aplicação Fotografias são algumas das apps que possuem novidades significativas.

Este sistema operativo estará disponível para todos os Macs que atualmente suportam o macOS Sierra e no outono já deve de estar disponível para todos os utilizadores.

COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *